(Apagado o primeiro "Nuvens de Orvalho", e depois de grande interregno, surge esta segunda via, com o principal objectivo de não perder ou deixar ao abandono alguns dos trabalhos do anterior.)

13/07/2024

Venenos


De fumo se veste
De noite o dia
Veneno melado
Que a pele arrepia

Sem lei nem pudor
Perdeu-se a vergonha
Em estufa se criam
Bichos com peçonha

Mordem e injectam
Veneno que atordoa
Que dá sonolência

Dá náuseas e vómitos
Descargas eléctricas
Ou causa dormência

(Publicado originalmente em 31/10/2009 no primeiro Nuvens de Orvalho)

9 comentários:

  1. Há venenos muito perigosos. Que nos envenenam os sentidos e os pensamentos.
    Gostei bastante, amiga Fá.
    Deixo os meus votos de um feliz fim de semana.
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com
    https://soltaastuaspalavras.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente existe tanto veneno por aí espalhado.
    Profundo e belo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente
    assim anda este nosso Mundo bonito.
    Bom e belo sábado em harmonia
    e boas rotinas de fim de Semana
    à maneira de S. João, beijinhos *,~`)

    ResponderEliminar
  4. É verdade, há veneno de todos os tipos, o perigo ronda.
    Beijos nas bochechas! (●'◡'●)

    ResponderEliminar
  5. Que não nos envenene ,Fá
    Um bom domingo, com abraços

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde Fá,
    Um poema magnífico!
    Infelizmente quanto veneno espalhado pelo mundo!
    Um beijinho.
    Emília

    ResponderEliminar
  7. Esse texto parece evocar uma sensação de perigo e toxicidade, descrevendo algo que inicialmente pode parecer doce ou sedutor, mas que esconde um lado venenoso e perturbador.
    Reflete sobre como certas experiências ou relações podem começar de forma atraente, mas eventualmente revelam seu potencial de causar danos físicos e emocionais.

    Muito belo amiga
    Estou te seguindo neste blog.
    Beijos em seu coração

    ResponderEliminar
  8. Veneno nos faz muito mau e existem muitos por aí, Fá desejo um ótimo domingo bjs.

    ResponderEliminar
  9. Se sabe que hace rato nos alimentamos
    con muchos nocivos venenos...
    una manera de ir muriendo mas rápido
    quizás...

    ResponderEliminar

«abri os gomos do tempo
assaltei o mundo
e pensei que tudo estava em nós
nesse doce engano
de tudo sermos donos
sem nada termos»
(Mia Couto)

Leia pf: Indicações sobre os Comentários

poderá também gostar de